O DISC Original

A origem dos instrumentos DISC está no livro As Emoções das Pessoas Normais, escrito por William Moulton Marston, publicado originalmente em 1928 e pela primeira vez em português em 2014, pela TTI Success Insights, o qual trata de 4 dimensões do comportamento. Em sua obra original são: Dominance, Inducement, Submission e Compliance.

Iniciamos a explicação da origem do instrumento DISC informando que um nasceu oficialmente após a data de falecimento do outro, sendo importante considerar que os precursores da análise de perfil comportamental DISC, como conhecemos hoje, conheciam e eram próximos de Marston, como veremos a seguir.

Marston faleceu em 1947. O primeiro instrumento de que se tem notícia foi criado por Walter Vernon Clarke, que abriu sua empresa em 1948, a qual se chamava Walter V Clarke and Associates. Logo, não há como Marston ter criado algum questionário ou instrumento de análise de perfil comportamental com o nome DISC; isto aconteceu por outra pessoa, após o falecimento de Marston, mesmo porque Marston não chegou a ser sócio da empresa de Walter Clarke.

É importante lembrar que Marston, mesmo não sendo o criador dos questionários ou dos relatórios de análise de perfil DISC como conhecemos hoje, foi quem escreveu a obra original que deu início a tudo.

Como você irá perceber ao longo do texto abaixo, o instrumento DISC também não foi criado na Harvard University, mesmo sabendo que Marston se formou em direito em 1915 e obteve seu PhD em psicologia em 1921.

Após a criação de Walter Clarke, pessoas que trabalhavam com ele seguiram carreira solo, com destaque para J. P. Cleaver. Estas pessoas desenvolveram seus próprios instrumentos, e deu-se início à propagação de outros questionários DISC, alguns muito bons e outros bem fracos, como acontece em qualquer segmento da economia.

O nome do instrumento de Walter Clarke, o primeiro a ser desenvolvido, era “AVA – Activity Vector Analysis”. Se formos nomear um instrumento como o ORIGINAL, considerando que este teve como base o trabalho de Marston, seria o AVA de Walter Clarke.

O primeiro questionário, desenvolvido por Walter Clarke, com o uso de uma lista de adjetivos, teve origem com os “insights” obtidos por ele em uma palestra de Mr. Prescott Leckey, na Universidade Columbia, em 1922. Curiosamente, nesta palestra, Walter estava sentado ao lado de Marston, que se tornou seu orientador de tese de mestrado, a qual se chamou “Physical types as bases for variation in primary emotions”. De forma não intencional, a semente do primeiro questionário baseado no trabalho de Marston surgiu através das palavras de Mr. Prescott Leckey, as quais falavam da consistência das ações das pessoais a respeito do que acreditavam ser verdade a respeito delas.

Foi esta palestra que fez Walter Clarke mudar seu curso de engenharia para psicologia.

Uma pessoa que trabalhou na equipe de Walter Clarke até 1956, quando abriu sua própria empresa e que merece especial atenção, é J. P. Cleaver. Foi ele quem desenvolveu o primeiro instrumento com o uso das letras D, I, S e C, com base no trabalho de Walter Clarke, remetendo seu instrumento, de maneira mais direta, à obra de Marston As Emoções das Pessoas Normais.

Sendo assim, por uma outra perspectiva, se formos nomear o autor do DISC ORIGINAL, levando em consideração o uso das letras D, I, S e C, este seria J. P. Cleaver.f

Caso houvesse um detentor dos direitos autorais ou patente, essa pessoa seria Walter Clarke, porém ele nunca se interessou por isso.

Dentre muitos importantes profissionais que contribuíram para o desenvolvimento de ferramentas DISC, iremos comentar a respeito de mais dois.

O primeiro é o psicólogo John George Geier, III (1934-2009), fundador da empresa Performax Systems International, Inc. em 1977, a qual marcou o lançamento do instrumento Personal Profile System, o conhecido DISC com a logomarca azul com “i” minúsculo. Os direitos deste instrumento foram transferidos para a empresa Carlson Learning Company, posteriormente para a Inscape Publishing, a qual finalmente foi comprada pela John Wiley & Sons, conhecida no mercado como Wiley. No Brasil, este instrumento chegou através da Hicon Consultoria, representante na época da Carlson Learning Company, que teve seu lançamento oficial no Brasil em abril de 1995. A Hicon Consultoria pode ser considerada uma precursora das ferramentas DISC no Brasil.

Por último, damos destaque a Bill J. Bonnstetter (1938-2016), fundador da TTI – Target Training International em 1984, empresa hoje com escritórios em 23 países e presença em 90. O trabalho de Bill J. Bonnstetter e seu filho Dave Bonnstetter, cofundador da TTI, foi marcado por inúmeras inovações e importantes patentes obtidas, em relação à ferramentas DISC. Já em 1984, a TTI lançou no mercado mundial o primeiro relatório DISC personalizado, elaborado por computador. Em 1992, criaram a primeira representação gráfica do DISC a partir de uma roda, a chamada Roda Success Insights®, e logo em 1999 lançaram, novamente como pioneiros nessa indústria, o primeiro sistema que permitia o preenchimento, tabulação e envio de relatórios pela internet. Em 2012, começaram com a utilização da neurociência para a validação de questionários DISC, o que culminou na obtenção de uma patente no ano de 2015.

Em 2012, a empresa mudou de nome para TTI Success Insights, sendo que no Brasil começou a operar oficialmente em 2001.

Percebemos, pelo exposto acima, que podemos considerar dois personagens como os autores do DISC ORIGINAL, caso possamos assim nomeá-los. São eles:

  • Walter Clarke – por utilizar os conceitos do DISC em seu instrumento AVA.
  • P. Cleaver – por ter sido o primeiro a utilizar as letras D, I, S e C em um instrumento de análise de perfil comportamental.

Autor: Alexandre Ribas

Comentários no artigo “O DISC Original

  1. Olá,l tudo bem? gostaria de informações detalhada sobre o Disc, vendas, funcionalidades, se tem treinamentos, valores etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *